Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
19 de Setembro de 2019, 08:29
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  Uruguai vai integrar geração e
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias

Uruguai vai integrar geração eólica com RS


Estado e país vizinho atualizarão dados sobre força dos ventos com a mesma metodologia, favorecendo projetos comuns


O governo gaúcho e o Ministério da Indústria, Energia e Mineração do Uruguai chegaram ontem a um acordo para atualizar, com a mesma metodologia, os atlas eólicos do Estado e do país vizinho. A definição ocorreu em uma das mesas temáticas realizadas ontem à tarde em Porto Alegre a partir da missão comercial uruguaia liderada pelo presidente José Mujica, que esteve na Capital por dois dias.

– Haverá um compartilhamento de dados. Isso facilitará o trabalho das empresas que poderão contar com o mesmo tipo de informações – diz o coordenador de energia e comunicações da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Eberson Silveira.

Os atlas eólicos são o ponto de partida para interessados em investir na geração de eletricidade com a força dos ventos. Apoiados nos dados conhecidos, passam a fazer suas próprias medições.

O estudo gaúcho foi publicado em 2002, quando a presidente Dilma Rousseff era secretária estadual de Energia e Minas. Na época, o potencial detectado foi de 15,8 gigawatts (GW) a 50 metros de altura do solo. Silveira pondera que todos os parques eólicos no Estado operam a cem metros, onde a estimativa seria até 10 vezes maior. O BNDES será consultado sobre a possibilidade de componentes produzidos no Uruguai serem enquadrados como conteúdo local para receber empréstimos do Finame.

– Temos de construir economias complementares – disse Mujica ontem na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs).

O Uruguai também concede incentivos a projetos com grande parte de conteúdo local.

– Temos conversado, em nível federal, para que ambos os países tenham em conta a regionalidade, não apenas o nacional, como maneira de complementar as partes de cada um – explicou o ministro da Indústria, Energia e Mineração do Uruguai, Roberto Kreimerman.

País vizinho e a energia eólica

- Geração atual: 43 MW
- Licitados: 400 MW
- Meta para 2015: 1 mil MW
- Investimento necessário: US$ 2,5 bilhões
Por que os uruguaios precisam de mais energia
- O crescimento médio anual do país nos últimos oito anos chegou a 6,4%
- Nos últimos seis anos, a produção industrial cresceu 40%
- A maior parte da energia elétrica tem origem hídrica, fonte que tem sofrido com as secas registradas nos últimos anos

 

Fonte: Zero Hora - Economia - pag.26 - 10/11/2011 - por CAIO CIGANA

 

 

Publicação 10.11.2011 às 09:38
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS