Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
27 de Junho de 2019, 00:29
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  Incubadoras são estratégicas p
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias

Incubadoras são estratégicas para o País, afirmam especialistas


Ajudar a criar uma nova geração de empresas, em que as áreas de conhecimento e de negócios caminhem juntas, é o caminho que as incubadoras brasileiras devem perseguir nos próximos anos. Estudo realizado pelo Sebrae e pela Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), apresentado ontem em Porto Alegre, mostra que esse desafio hoje está nas mãos de 384 incubadoras em todo o País.
Os dados apontam que essas instituições abrigam 1642 empresas residentes, além de 820 associados (que não estão necessariamente na sede da incubadora).
O Brasil vem registrando um grande aumento do número de incubadoras nas últimas décadas. De 1985 a 1993, eram 13 desses empreendimentos no País, chegando a quase 400 em 2008. Nos últimos anos, há uma estabilização o que, segundo o presidente da Anprotec, Guilherme Ary Plonski, não preocupa. “É um movimento natural até porque o que temos agora é uma amior profissionalização e crescimento dos empreendimentos”, diz.
Muitas empresas incubadas têm se destacado ganhando prêmios de inovação e, em alguns casos, conseguindo atingir faturamento superior a R$ 100 milhões ao ano. “O que difere os parques tecnológicos e as incubadoras dos outros empreendimentos são os espaços para se produzir conhecimento balizado pelas demandas da sociedade, e não dissociados das áreas de negócios”, comenta o secretário do Ministério da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Tecnológico (MCTI), Ronaldo Mota.
Ele e outros representantes nacionais e regionais das áreas de tecnologia e inovação participaram ontem da abertura oficial do 21º Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas. O encontro acontece na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs) até a próxima sexta-feira.
Com a presença do governador Tarso Genro e do secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Cleber Prodanov, foram anunciados na cerimônia de ontem à noite recursos estaduais de R$ 3,7 milhões para esse setor. Desses, 1,5 milhão irão para o Parque Científico e Tecnológico da Pucrs (Tecnopuc), que investirá na construção de dois laboratórios: um de prototipagem de produtos e outro de comunicação, além da capacitação de empresários e gestores. O restante irá para outros parques beneficiados pelo Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos (Pgtec).
O presidente da Rede Gaúcha de Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos (Reginp) e diretor do Tecnopuc, Roberto Moschetta, destaca a postura do Rio Grande do Sul na estruturação dos seus parques tecnológicos e incubadoras. “Concorremos e conseguimos realizar aqui esse importante evento porque temos um ambiente efetivo de estímulo à inovação”, diz.

 

Fonte: Jornal do Comércio - Economia - 26/10/2011


Publicação 26.10.2011 às 10:22
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS