Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
31 de Março de 2020, 15:32
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  Pesquisador da Cientec publica
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias
Obra trás evidencias cientificas da não periculosidade das cinzas de carvão fóssil
Obra trás evidencias cientificas da não periculosidade das cinzas de carvão fóssil - Foto: Divulgação

Pesquisador da Cientec publica estudo sobre a não periculosidade das cinzas de carvão

O pesquisador do Departamento de Geotecnia da Cientec, Doutor em Ciências Ambientais, o geólogo Geraldo Mario Rohde publicou o livro “Piropozolanas Artificiais – Evidências científicas da não periculosidade das cinzas de carvão fóssil geradas no Estado do Rio Grande do Sul”.

Conforme o autor, nos experimentos realizados, seja por órgãos públicos, como privados, as cinzas de carvão do Rio Grande do Sul foram classificadas como Resíduo Classe II A – não inertes, ou seja, não apresentando toxicidade, ficando fora do âmbito dos resíduos perigosos.

As cinzas também foram enquadradas como isentas no que se refere à periculosidade radioativa. Desta forma, Rohde consegue afirmar que o uso das cinzas de carvão é perfeitamente compatível com a qualidade ambiental e não representa riscos à saúde humana:  “Com esses resultados podemos usar as cinzas como artefatos da construção civil, como agregados minerais, na produção de cimento, etc”, garante.

Além disso, “Piropozolanas Artificiais” aborda a visão de que as cinzas de carvão são um potencial diferencial competitivo para a energia termelétrica, bem como, as diferentes tecnologias de aplicação das cinzas que podem tornar esta imagem positiva uma realidade junto aos usuários e à população em geral.

O pesquisador ainda destaca em sua obra, que muitas destas possibilidades já estão perfeitamente estabelecidas pela Fundação de Ciência e Tecnologia e codificadas em forma de livro e publicações técnicas.

“Piropozolanas Artificiais – Evidências científicas da não periculosidade das cinzas de carvão fóssil geradas no Estado do Rio Grande do Sul” é baseado no relatório do pós-doutoramento que Rohde desenvolveu de 2014-2015 no Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação - NORIE da UFRGS. O tema abordado foi as cinzas de carvão das principais fontes geradoras do Estado: as cinzas volantes e cinzas de fundo do Complexo Termelétrico de Candiota, da Unidade Termelétrica Charqueadas, das empresas Braskem e Celulose Riograndense.

Publicação 01.07.2016 às 14:16
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS