Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
11 de Dezembro de 2019, 16:39
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  Novo marco legal para inovação
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias
Naldo Dantas, secretário-executivo da Anpei, defendeu a subvenção de bens de capital e o regime diferenciado de compras para a pesquisa como formas de impulsionar a inovação no Brasil
Naldo Dantas, secretário-executivo da Anpei, defendeu a subvenção de bens de capital e o regime diferenciado de compras para a pesquisa como formas de impulsionar a inovação no Brasil - Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Novo marco legal para inovação pode impulsionar a competitividade da indústria brasileira, apontam especialistas

Ampliar os investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) é parte fundamental para o fortalecimento da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no Brasil e também para valorizar a interação entre indústria e academia. Estas foram algumas das conclusões tiradas da audiência pública da Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação, na manhã desta terça-feira (3), na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), que debateu a revisão do marco legal para o setor.

Um dos caminhos para se chegar ao cenário do encadeamento produtivo é o investimento em P&D na iniciativa privada, além do financiamento já destinado às universidades. A avaliação é de que, com a união destes dois polos de produção científica, o Brasil tem condições de competir no mercado internacional. O programa Inova Empresa foi apontado como importante nesse processo. Entretanto, é preciso ir além e implementar um arcabouço jurídico para dar segurança aos pesquisadores e investidores, com vistas ao desenvolvimento do País.

“O marco regulatório para a inovação é crítico para a política industrial brasileira. É uma questão de competitividade das nossas empresas”, apontou o secretário de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Nelson Fujimoto.

Dentro desta proposta de código para a inovação, dois pontos foram destacados pelo secretário-executivo da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras, Naldo Dantas: a subvenção de bens de capital e o regime diferenciado de compras para a pesquisa. O profissional avalia que estas medidas darão um sinal positivo para o fomento à inovação e à produção no Brasil.

“ A empresa startup, para montar seu primeiro núcleo de PD&I, precisa de apoio de subvenção, porque a universidade não está lá para fazer o escalonamento. E temos um monte de startups querendo beber da universidade, mas não consegue avançar no protótipo porque não tem infraestrutura. Outro ponto é o RDC. Esse texto pode fazer a diferença na constituição, de fato, da cadeia produtiva nacional baseada em tecnologia”, avaliou.

Na avaliação do vice-presidente de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rodrigo Guerino Stabeli, o financiamento puro e simples à atividade de pesquisa não se traduz em competitividade sem a criação mecanismos jurídicos para fomentar a prática no País. “Não adianta o Brasil ter políticas de financiamento para dentro do País, se ele não aumentar os mecanismos regulatórios que possam aumentar a competitividade da ciência no Brasil e flexibilizar as compras dos insumos para que isso aconteça”, afirmou.

FONTE: Vicente Melo, da Agência Gestão CT&I


Publicação 04.06.2014 às 08:34
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS