Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
4 de Abril de 2020, 11:10
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  Gaseificação de carvão
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias
Planta Industrial de um Polo Carboquímico
Planta Industrial de um Polo Carboquímico

Gaseificação de carvão


Quando noticiamos, na semana passada, que a Companhia Riograndense de Mineração (CRM) quer que sejam feitas pesquisas sobre gaseificação do carvão de Candiota, provocamos a Cientec, que há muitos anos se dedica a tais pesquisas. O presidente da Fundação de Ciência e Tecnologia, Luiz Antonio Antoniazzi, respondeu que as pesquisas em gaseificação e combustão de carvão mineral e biomassa, em leito fluidizado, vêm desde 1975, e que a fundação detém tecnologias de gaseificação em leito fluidizado sob condição atmosférica e pressurizada a 15 atm, para geração de gás combustível (processos Civogás e Cigás), tecnologia transferida para a indústria cerâmica.

 Atualmente, desenvolve pesquisa de gaseificação de carvão mineral para obtenção de gás de síntese (syngas), matéria-prima para a indústria carboquímica. Em combustão de carvão mineral, realiza pesquisa para o desenvolvimento da tecnologia de oxicombustão, com objetivo de reduzir emissões de CO2, minimizando o efeito estufa. “Detemos, também, tecnologias para aproveitamento das cinzas provenientes desses processos, que são transformadas em materiais para construção civil e pavimentação (produtos Cipecal, Cicasol e Cincal).” É um belo e importante trabalho, sem dúvida, mas faltou informar o quanto toda essa tecnologia amplia a utilização das imensas reservas gaúchas de carvão mineral, que é o que interessa à CRM.


Coluna: Danilo Ucha
Coluna publicada em 13/01/2014- JC

O impacto das novas tecnologias para maior utilização do carvão mineral

A utilização de tecnologias em leito fluidizado na conversão do carvão em energia elétrica dão maior competitividade a sua utilização, mesmo com o seu alto teor de cinzas,  pois oferecem maior eficiência energética e menores impactos ambientais, atendendo a legislação ambiental, tanto na emissão de materiais particulados (cinzas leves) como gasosos (SOx e NOx).


Portanto as tecnologias disponíveis hoje no mercado, seja em leito fluidizado ou em leito pulverizado, permitem a exploração de nossas reservas de carvão mineral (cerca de 90% das reservas brasileiras, estimadas em 32 bilhões de toneladas), com sustentabilidade, desde que combinadas com  processos de dessulfuração,  filtros de mangas, precipitadores eletrostáticos, etc.

No entanto, a disponibilidade destas tecnologias no mercado por si só não garantem a competitividade desejada,  que permita a ampla utilização de nossas reservas de carvão, é necessário que  os preços oferecidos para geração termelétrica a carvão mineral no mercado regulado (Leilões de Energia A-5), sejam compatíveis com os custos de geração (os valores  oferecidos no último leilão de R$ 144,00 por MWh inviabilizam investimentos neste setor).


Outra importante utilização do nosso carvão mineral é a carboquímica, através de sua gaseificação obter o gás de síntese (syngas), e possibilitar a produção de produtos químicos de alto valor agregado, a exemplo da cadeia petroquímica. No entanto estamos ainda no estágio de pesquisas, pois o alto teor de cinzas do nosso carvão, oferece um desafio a ser superado para obter este gás de síntese e transformá-lo em metanol, a rota tecnológica escolhida pela Cientec em parceria com a UFRGS. O domínio desta tecnologia permitirá a implantação de polos carboquímicos em nosso estado, gerando riqueza e renda, com a exploração sustentável de nossas reservas de carvão, como já ocorre em outros países.

 

Publicação 30.01.2014 às 16:16
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS