Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
19 de Setembro de 2019, 08:32
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  SAP aposta em soluções para em
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias

SAP aposta em soluções para empresas de energia


Conforme projeções de analistas, investimentos mundiais em infraestruturas inteligentes devem somar US$ 200 bilhões até 2015.

Disposta a consolidar sua participação no mercado de utilities no Brasil, segmento que compreende os setores de energia, água e gás, a SAP mira na estratégia de desenvolvimento de soluções específicas para empresas do setor elétrico.

O portfólio da multinacional inclui as áreas de mobilidade, smart grid e análise de dados. “Hoje fazemos praticamente a gestão completa de utilities. Só alguns sistemas tecnológicos ficam fora e, para complementar isso, temos parceiros”, comenta o diretor da SAP para o setor de Utilities no Brasil e América Latina, Alejandro Erro.

A SAP marca presença no backoffice de 85% das empresas de utilities que atuam no País. Dos 65 milhões de consumidores finais de energia elétrica, cerca de 40 milhões passam indiretamente por um sistema da multinacional.

Dentro do portfólio de soluções para esse segmento, o smart grid é a menina dos olhos e um dos grandes aliados para as corporações aumentarem a sua eficiência energética, reduzindo perdas não técnicas e minimizando as emissões de carbono. Essa tecnologia prevê o uso inteligente das redes de energia a partir da automatização.

Algumas empresas de energia já estão conectando seus medidores e se comunicando com esses dispositivos de forma bidirecional. Mas o grande diferencial será quando os 67 milhões de medidores usados hoje no País forem, de fato, inteligentes, permitindo que as empresas recebam as informações e possam fazer o gerenciamento dos problemas remotamente. Um uso mais sofisticado dessa comunicação poderá até mesmo transformar uma residência em provedora de energia para outras localidades nos momentos do dia em que o seu consumo for baixo.

De olho nessas oportunidades, a SAP já realizou estudos que demonstraram que diversos países do mundo estão atentos para a necessidade de digitalização das suas infraestruturas. O foco é a mudança dos atuais sistemas de energia centralizados para um modelo descentralizado, que permite a integração de modelos de geração de energia renovável com pequenas geradoras. Analistas apontam que os investimentos em infraestruturas inteligentes devem somar US$ 200 bilhões entre 2008 e 2015.

O governo ainda vai definir os prazos oficiais, mas a estimativa é de que as empresas terão de 10 a 15 anos para cumprir com todas as determinações do smart grid. “A maioria das empresas já está pensando no futuro. Todos sabem que o smart grid traz ganhos impressionantes e que não tem como voltar atrás”, diz Erro. Porém, o País ainda precisa vencer dois desafios para avançar nessa tecnologia: a escalabilidade e a qualidade das telecomunicações.

Clientes como AES Sul e RGE já utilizam soluções

A SAP atende ao mercado de utilities com soluções que auxiliam as empresas em operações de faturamento, billing, call center e execução de obras de trabalho, tudo de forma integrada com o ERP. Companhias como a AES Eletropaulo, Cemig, CPFL e Light já utilizam as soluções, que vão desde a otimização dos processos de gestão financeira com a padronização de processos de vendas, cobrança e coleta, até a eliminação de problemas com faturamento e perdas de receita.

Através desse maior controle sobre suas instalações e integrações com os clientes, essas empresas conseguiram, inclusive, trabalhar com melhores tarifas aos consumidores finais e elevar a sua rentabilidade. Players do setor de energia que atuam no Estado, como RGE e AES Sul, utilizam o ERP da SAP e a expectativa da fornecedora é de que em breve possam migrar para os sistemas complexos, através da solução SAP Utilities.

Os avanços devem ocorrer também em termos de mobilidade. A SAP possui, na sua oferta, soluções para equipes de campo, que permitem a operação e a atualização em tempo real de dados analíticos das empresas usuárias. “Todas as tarefas, desde a alimentação de sistemas analíticos até a ligação de pontos de energia e sua manutenção, podem ser feitas por meio de um dispositivo móvel. Essa é outra tendência e já está incorporada nas soluções da SAP”, diz o diretor da SAP Alejandro Erro.

Fonte: Jornal do Comércio - 24 de julho de 2012 - Ano 80 - Número 42

Publicação 24.07.2012 às 14:40
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS