Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
3 de Abril de 2020, 01:12
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  SOPRO EÓLICO - Depois dos parq
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias

SOPRO EÓLICO - Depois dos parques, a indústria


Argentina Impsa anuncia investimento de R$ 87,5 milhões para a primeira fábrica de aerogeradores no Rio Grande do Sul. Com a ambição de se tornar um dos principais polos de energia eólica do país, o Rio Grande do Sul ganhou ontem um impulso importante.

O investimento vinha sendo negociado com o governo do Estado nos últimos meses e foi confirmado agora, com a estimativa de gerar 350 empregos diretos. Durante seminário sobre energia eólica em Porto Alegre, o vice-presidente executivo da Impsa, José Luis Menghini, disse que o local da fábrica será definido em 60 dias.

– Negociamos com municípios da Região Metropolitana, Serra e Metade Sul – disse Menghini, avisando que uma das cidades cogitadas é Guaíba.

Conforme o executivo, a unidade começará a ser instalada ainda no segundo semestre, com previsão de entrar em operação em 2013. A capacidade de produção será de 220 geradores eólicos por ano, diz Menghini:

– A produção será absorvida pelos parques eólicos gaúchos e uruguaios, o que reduz os custos logísticos.

Conforme o executivo, a instalação no Estado pode ser seguida por parceiros, que devem produzir torres e pás, componentes do sistema.

Parque na Fronteira será inaugurado hoje

O Complexo Eólico Cerro Chato, terá inauguração solene hoje em Santana do Livramento, na Fronteira. A geração para este ano deverá ser de 300 gigawatts hora (GWh). Responsável pela geração de 17,5% da energia eólica contratada no país, o Rio Grande do Sul é um dos poucos a rivalizar com os Estados do Nordeste, que lideram os investimentos.

– Essa participação tende a aumentar, levando em conta o potencial nos próximos anos – prevê o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) / Ministério das Minas de Energia (MME), Maurício Tolmasquim.

O executivo atribuiu adiamentos do leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel),  a ajuste por falta de demanda das distribuidoras, afetadas pela crise internacional. Para o pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Ênio Bueno Pereira a retração no mercado eólico é momentâneo, já que o crescimento das fontes renováveis é um caminho sem volta.

A direção do vento

A FAVOR ENERGIA LIMPA E RENOVÁVEL
- A geração eólica não tem emissões de gases nem exige combustível. A atividade pode ser realizada em áreas utilizadas para outros fins.
REDUÇÃO DE PREÇO
- Em menos de 10 anos, o preço da energia eólica caiu quase pela metade – de R$ 180 por megawatt hora para cerca de R$ 90 por megawatt hora – no Brasil entre o primeiro e o mais recente leilão realizado.
IMPLANTAÇÃO RÁPIDA
- Se não enfrentam problemas com fornecedores de equipamentos, os parques eólicos são construídos mais rapidamente do que usinas térmicas ou hidrelétricas.
CONTRA EQUIPAMENTOS NACIONAIS
- Há poucos fabricantes no Brasil, a maioria ainda em implantação. Existe expectativa de que a constância dos leilões permita maior concentração de indústrias.
REDE EXISTENTE
- Muitos parques estão se instalando em áreas sem acesso a linhas de transmissão suficientes para transportar a energia gerada. No Estado, isso não era problema, mas deve ocorrer em Santa Vitória do Palmar.
ASPECTOS AMBIENTAIS
- Há preocupação com a possibilidade de que as torres interfiram na rota migratória de aves e na estrutura do solo. Até o final do ano, a Fepam conclui o zoneamento ambiental no Estado.

Fonte: ZERO HORA - SÁBADO, 16 DE JUNHO DE 2012 - ANO 49 - Nº 17054

Publicação 20.06.2012 às 10:01
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS