Fundação de Ciência e Tecnologia
Bem-Vindo!
19 de Junho de 2019, 11:18
Siga-nosCientec RSSCientec no Twitter
Página Inicial  >  Notícias  >  Construção de novos laboratóri
Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Notícias

Construção de novos laboratórios de inovação começa em maio, afirma CNI


Terá início no próximo mês a construção dos primeiros laboratórios de inovação, frutos da parceria firmada entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Instituto Fraunhofer, neste mês. Nesta fase serão construídas oito unidades, nas áreas de polímeros, eletroquímica, energias alternativas, sistemas virtuais de produção e materiais, por exemplo.
 
“É um investimento amplo e diversificado. O objetivo não é criar novos institutos, mas sim unidades focadas para o segmento pré-competitivo”, destacou o gerente executivo de Inovação e Tecnologia da CNI, Jefferson Gomes, em entrevista exclusiva para o Gestão C&T online.
 
Ao todo, serão 23 laboratórios especializados para atender os diversos setores, num investimento da ordem de R$ 1,5 bilhão. Os recursos são provenientes de um empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Espera-se criar no Brasil uma estrutura nos moldes do grupo alemão, referência mundial na área de laboratórios em rede voltados à inovação e tecnologia.
 
As primeiras unidades deverão ser lançadas já nos próximos dois anos. A expectativa é que todos estejam prontos até 2017. As áreas atendidas englobam, ainda, tecnologia da informação e comunicação, defesa, tecnologias construtivas e energia, sendo que esta focará tanto no operador nacional (alta tensão), quanto na área de energias alternativas e a partir da biomassa.
 
“Hoje a indústria brasileira tem poucos laboratórios disponíveis para fazer os testes que precisa”, apontou Gomes. Para se ter uma ideia, somente no ano passado, o país importou cerca de US$ 13 bilhões em serviços dessa natureza. “Isso significa que não temos ambiente”, completa.
 
Vale destacar também que será contemplada a área de produção, com institutos de máquinas e ferramentas, automação da produção, micromanufatura, conformação e soldagem, eletroquímica, química aplicada, biotecnologia e logística. Entretanto, Gomes lembra que o trabalho a ser desenvolvido por estas unidades não competirá com o já realizado no país.
 
“O objetivo é ser complementar ao que a gente já tem. Sobrepor somente quando for necessário regionalmente. No Porto Digital [parque tecnológico de Pernambuco], por exemplo, ao invés de montar um instituto, vamos perguntar no que podemos complementar para o empreendimento crescer mais. É somar e não fazer tudo novamente”, concluiu.

Texto:Cynthia Ribeiro

Fonte:Gestão C&T online, Brasília, 12 a 15 de abril de 2012 - Nº 1130 - Ano 11

Publicação 13.04.2012 às 11:25
Fundação de Ciência e Tecnologia
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
E-Mail: cientec@cientec.rs.gov.br - SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Orçamento
Incubadora Sede
Incubadora Sede

Incubadora

O Departamento de Incubadoras e Extensão Tecnológica foi criado em resposta as políticas nacionais de estímulo à inovação com intuito de promover a aproximação e integração da CIENTEC, principal instituição pública de P&D do estado, com o setor produtivo local. A ele está vinculada a incubadora mult...
Acessar o hotsite
Expediente
Rua Washington Luiz, 675
Porto Alegre - RS. CEP: 90010-460
Horário de Atendimento
Sede: das 8:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:00
Campus: das 9:00 às 12:00 e das 13:00 às 16:00
de segunda à sexta.
Contatos
E-mail: cientec@cientec.rs.gov.br
Fone:
SEDE: +55 (51) 3287-2000 Fax: +55 (51) 3226-0207
CAMPUS: +55 (51) 3439-6300
Desenvolvido pela PROCERGS